Radio Ipta

1 2 3 4

Equipe

Administrador do Site, membro musico da igreja ipta, componete do quarteto vocal Celebrai.
Pastor Presidente. 
Diretor Presidente responsavel pelo Ministerio Tabernaculo do Avivamento

Bancadas ‘boi, bala e Bíblia’ pressionam governo na crise

Ligadas ao agronegócio, à segurança pública e à grupos religiosos, deputados aproveitam denúncia contra Temer para fortalecer pautas no Congresso

As principais frentes parlamentares da Câmara dos Deputados reforçaram nos últimos dois meses seus pedidos e demandas junto ao governo federal. A investida coincide com a crise provocada pela delação premiada do grupo JBS, em especial a do empresário Joesley Batista, que provocou a apresentação de uma denúncia, por corrupção passiva, contra o presidente Michel Temer (PMDB).

São três os grupos que fortalecem a pressão, as chamadas bancadas “BBB” – “do Boi”, ligada ao agronegócio; “da Bala”, por questões de segurança pública e direito ao armamento; e “da Biblia”, os deputados ligados à grupos religiosos. As três frentes reúnem a maioria dos deputados que não tem se posicionado se votarão a favor ou contra a aceitação da denúncia, prevista para ser decidida nesta quarta-feira na Câmara.

Além de distribuir emendas parlamentares e de receber mais de uma centena de deputados, Temer já atendeu algumas reivindicações das frentes e indica que poderá apoiar outras demandas históricas dos grupos. A sinalização mais clara foi dada à bancada ruralista, a mais organizada e combativa da Câmara, formada por 205 deputados.

Na semana passada, o deputado Beto Mansur (PRB-SP), vice-líder do governo, estimou os apoios do Planalto hoje em 280 parlamentares. É mais do que os 172 que o presidente precisa para barrar o prosseguimento da denúncia caso seja votada, mas menos do que o quórum mínimo de 342 para que o texto entre em pauta.

A expectativa, contudo, é de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresente ao menos uma nova acusação formal contra o presidente, que ainda é investigado pelos crimes de obstrução da Justiça e organização criminosa. Esta situação intensificou o clima de cobrança na Câmara.

‘Pauta positiva’

No mês passado, em meio à tramitação da denúncia, Temer destravou os principais itens da chamada “Pauta Positiva” apresentada pela Frente Parlamentar pela Agropecuária, a “bancada do Boi”, em maio de 2016 ao então vice-presidente , uma semana antes do afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Entre os itens da pauta, foi sancionado no dia 11 deste mês a medida provisória que permite a legalização em massa de áreas públicas invadidas, apelidada por ambientalistas de “MP da Grilagem”. Oito dias depois, o presidente Michel Temer aprovou parecer da Advocacia-Geral da União (AGU) que determina que o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento da terra indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, deve balizar próximas demarcações.

Videos

Pastor José Pedro

Pastor
É comum perder-se o q é bom, esperando o melhor. Mtas vezes o ótimo, acaba estragando aquilo q já é bom. Reflita e tome a decisão mais acertada.
30/04/2017
Operadora Celestial Informa:
Evite Que Sua Intimidade C/ Deus Seja Bloqueada.Faça Já Uma Recarga De Pelo Menos 30 Minutos De Oração E Ganhe Bônus de Vitórias, Sabedoria, Paz, Benção, Saúde, Livramento, Etc. E Mais, Fale Com Ele De Graça Por Tempo Ilimitado, Todos Os Dias Por 24 Horas Discando: SALMO 46:1 Em Todas As Ligações. Promoção Valida Ate A Volta De JESUS CRISTO! Para Maiores Informações, Consulte Nossos Regulamentos Na Bíblia Sagrada Mais Próxima De VOCÊ... Deus te Abençoe!!! 
App Androide

Android

Baixe nosso aplicativo

Baixar APP

Tempo

Tecnologia

google earth 1

Hoje, uma das principais novidades é que esse programa acabou.A aplicação Google Earth para os computadores foi arrumada para um canto.
No entanto, a hipótese de espanto perante o mundo não desapareceu. O programa foi transformado em site: earth.google.com e ganhou novas funções. A Google diz que os seus funcionários tiveram dois anos a trabalhar nesta nova fase do Earth.http://www.gosur.com/map/?